Parcerias:

(38) 3690-6600
(38)9 8826-9082

Acadêmicos de Farmácia e Psicologia participam de Roda de Conversa Interdisciplinar


  

Setembro é mês do ano reservado para abordar discussões acerca da prevenção ao suicídio. Anualmente, mais de um milhão de pessoas no mundo todo tiram suas próprias vidas e a campanha é promovida para diminuir os índices e alertar sobre a importância de cuidar da saúde mental.

Encerrando as atividades alusivas ao Setembro Amarelo, foi realizada uma roda de conversa interdisciplinar com os cursos de Farmácia e Psicologia da Funorte. O evento aconteceu no Campus Amazonas da instituição e abordou a temática da utilização da superdosagem intencional de medicamento e suicídio.

Através de uma abordagem ampla e dinâmica, os professores Tharso Peixoto e Cléia Prado conduziram diversas reflexões sobre o paradoxo do medicamento a ser utilizado contra a vida. Segundo a professora Cléia Prado “a roda de conversa é uma possibilidade metodológica para uma comunicação dinâmica e produtiva. A atividade entre os acadêmicos do curso de Farmácia e Psicologia no aspecto multidisciplinar do conhecimento científico teve como   objetivo proporcionar o diálogo sobre a temática do suicídio por sobre dose intencional de medicamentos”.

Ainda de acordo com a docente e farmacêutica, “estudos demonstram que os medicamentos (57,32%), são os agentes mais frequentes em casos de tentativas de suicídio por intoxicação voluntária sendo os grupos farmacológicos de maior frequência os ansiolíticos (25,5%), antidepressivos (17%), anticonvulsivantes (15%) e AINES (11,9%), respectivamente”.

“Acredito que as Instituições de Ensino Superior devem refletir, discutir e propor soluções para a sociedade”, conclui Cléia Prado.


Publicada em: 15/10/2020
Tags: