Foi realizada nesta quarta-feira, 29, no hall do campus Amazonas, a ação “Quando procurar o psicólogo?”. O evento teve como objetivos levar aos acadêmicos dos demais cursos ofertados na unidade esclarecimentos sobre o fazer do psicólogo em suas várias modalidades, dando destaque a clínica, bem como desmistificar crenças equivocadas acerca da procura do serviço psicológico. O fazer da Psicologia abrange não somente aspectos curativos, mas também preventivos. Para alcançar os objetivos propostos pela ação, cerca de 30 acadêmicos dos cursos Fasi e Funorte levaram amostras de instrumentos de intervenção psicológica, tais como jogos, livros e painéis com esclarecimentos de sintomas e comportamentos humanos, que são indicadores e norteadores para a procura do serviço de Psicologia.

Para a organizadora do evento, a coordenadora Pedagógica dos Estágios Clínicos em Psicologia, Rosimeire Aparecida de Sá este tipo de ação é extremamente necessária. “Considerando-se que ainda existe um mito que a Psicologia tem como objetivo atender apenas pacientes com sofrimento mental grave. Buscou-se demonstrar que os serviços de Psicologia são destinados a pessoas com dificuldades de aprendizagem, problemas de relacionamentos familiares e sociais, estresse no trabalho, passando por luto ou separação, autoconhecimento, dificuldades de lidar com as próprias emoções, dentre vários outros”, enfatiza.

O evento contou ainda com a colaboração de Ted Evangelista, responsável técnico do Serviço-Escola de Psicologia e Supervisores de Estágios Clínicos.

Texto: Rosimeire Aparecida de Sá – Coordenadora Pedagógica Clinica de Serviços de Psicologia Amazonas

Enviar comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *