Jaderson Vinicius Cardoso de Souza, 26 anos, é egresso do curso de Farmácia Fasi e atua como farmacêutico. Atualmente, o profissional foi aprovado em Residência Multiprofissional em Saúde da Família e Comunidade pela Universidade Estadual de Montes Claros – Unimontes Polo Taiobeiras.

O farmacêutico frisa os motivos que o levaram a fazer Farmácia na Fasi e cita que a instituição foi um dos influenciadores do resultado. “Ajudar pessoas e cuidar da saúde delas sempre foi meu foco, escolhi a Fasi por ter a certeza do sucesso dentre as recomendações citadas por outros alunos. Tendo em vista que, todo conhecimento em que tive cursando a graduação, estou praticando nos dias atuais, por meio de experiências vivenciadas e aprendidas em sala de aula. Por meio desse aprendizado, senti grande afinidade com saúde publica, em poder ajudar o próximo com qualidade e destreza que todos merecem”, explica o egresso.

As atividades programadas para a residências iniciaram no dia 01 de março. Jaderson conta sobre o processo de preparação para a prova. “Tive muita disciplina e foco em um sonho desde a graduação, que era ser aprovado e ser residente, atuando na atenção primária de saúde. A minha preparação envolveu a resolução de cadernos de provas anteriores, acompanhando aulas sobre atenção a saúde e legislações do Sistema Único de Saúde (SUS) e dialogando com outros residentes aprovados em editais anteriores”, citou o farmacêutico.

O profissional destaca, ainda, a importância da experiência para sua formação, tendo em vista que a residência é o objetivo de diversos profissionais da área. “Além de satisfação pessoal e profissional, continuar com foco na atenção básica que tem por objetivo desafogar nosso sistema de saúde e proporcionar melhores atendimentos à população, promovendo basicamente melhorias na saúde. Pretendo sempre continuar com capacitação acadêmica e um dia poder compartilhar cada vez mais com outros profissionais/docentes/discentes”.

Um dos diferenciais de cursar a residência é a visão ampla e o conhecimento intenso acerca da área de atuação. Jaderson relata as habilidades que ele poderá aperfeiçoar cursando a residência. “Com esta experiência, conseguirei melhorar atuações de acolhimento ao usuário, a resolução de casos clínicos identificando pontos estratégicos de deficiência, seja em sua terapia medicamentosa ou hospitalar, territorialização do meio em que se atua, atendimento a pacientes com doenças crônicas como Hipertensão arterial, diabetes, DPOC, tabagistas, etilistas, dentre outras habilidades”, explica o profissional.

Com grandes expectativas, o farmacêutico fala sobre o que esta conquista representa para sua vida. “Este resultado é um marco em minha vida, sempre foi um sonho poder estar diretamente relacionado ao meio publico de saúde, e assim, compartilhar todo meu conhecimento com todos os usuários. Profissionalmente com carga horária 60h/semanais, a residência somará pontos inigualáveis em que, futuramente, será de um peso muito grande em meu currículo”, revela.

Ele finaliza destacando seus planos para o futuro profissional. “Pretendo me ingressar na área acadêmica como docente compartilhando toda minha experiência de vida e profissional, buscar um possível mestrado/doutorado na área de saúde pública ou áreas afins”, concluiu o egresso Fasi.

Enviar comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *