Acadêmicos do 8º período do curso de Psicologia Fasi participaram, no dia 04 de outubro, de Feira de Empreendedorismo com o objetivo de apresentar trabalhos criados por eles que demonstrem inovação e novas possibilidades de atuação do psicólogo no mercado de trabalho.

Idealizada pelo docente da disciplina Empreendedorismo, Marcus Caldeira, a Feira contou com a apresentação de sete ideias de negócios com produtos e serviços da área da Psicologia. Segundo Marcus, “a proposta da Feira de Empreendedorismo é incentivar os estudantes a criarem projetos inovadores e negócios que possam atender as demandas atuais e futuras de indivíduos, organizações e comunidades. Os produtos, que foram realizados pelos próprios alunos com a minha orientação, foram expostos em estandes, além do uso de maquetes das empresas e materiais alusivos a elas com o objetivo de apresentar as ideias do projeto para toda a comunidade acadêmica”, destacou.

Durante a Feira, as equipes foram avaliadas por profissionais ligados ao Empreendedorismo da região de Montes Claros. Dentre os critérios de avaliação, estiveram: criatividade, inovação do produto ou serviço, nível de modelagem do negócio, recursos utilizados na apresentação, postura profissional, entre outros.

O acadêmico da turma Agno Estefano Oliveira de Jesus explicou sobre o projeto que sua equipe desenvolveu. “O nosso projeto nasceu, justamente, de todo aparato teórico que tivemos durante as aulas. Nossa empresa realiza consultoria que visa combater o fracasso escolar, principalmente na nossa região, por meio de participação ativa em escolas públicas e privadas para verificar quais fatores que envolvem este problema, uma vez que, as instituições trabalham muito com modelo engessado e, nós, compreendemos que, de acordo com nossa formação, que não são somente fatores fisiológicos e cognitivos que influenciam em fracasso escolar, mas que existem também fatores externos que podem contribuir para essa má qualidade e temos a proposta de dá este campo de visão ampliado para as instituições. Outro ponto é a importância desta ação, já que é uma empresa que não visa somente investir e ter um retorno, mas ser um agente transformador social”, frisou o estudante.

No final das apresentações, os três melhores projetos foram premiados com medalhas e troféus.

Enviar comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *