Acompanhados pela professora Suerlani Ruas, alunos do 8º período do curso de Farmácia realizaram, no laboratório de Farmacognosia, aula prática da disciplina de Brumatologia para determinação de acidez de vários alimentos como os sucos de maracujá, goiaba e pêssego.

Para o procedimento, os acadêmicos mediram 1ml dos sucos em um enlermeyer e adicionaram 50ml de agua. Em seguida, misturaram duas gostas do indicador fenolftaleína e, utilizando a bureta com hidróxido de sódio (NaOH), realizaram a titulação até o aparecimento da cor rosa claro.

Os ácidos orgânicos presentes em alimentos influenciam o sabor, odor, cor, estabilidade e a manutenção de qualidade. A determinação de acidez pode fornecer um dado valioso na apreciação do estado de conservação de um produto alimentício. Um processo de decomposição, seja por hidrólise, oxidação ou fermentação, altera quase sempre a concentração dos íons de hidrogênio. A docente Suerlani Ruas, explica sobre métodos de determinação de acidez. “Os métodos de determinação de acidez podem ser os que avaliam a acidez titulável ou fornecem a concentração de íons de hidrogênio livres, por meio de ph. Eles resumem-se em titular com soluções de álcali padrão a acidez do produto ou de soluções aquosas ou alcoólicas do produto e, em certos casos, os ácidos graxos obtidos dos lipídios”, conclui.

Wallace Borges

Enviar comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *