Geciane Ramiro da Silva, 28 anos, é acadêmica do 2º período do curso de Biomedicina FASI e, recentemente, desenvolveu um shampoo e condicionador de hidratação orgânica que atua recuperando em 30% a fibra capilar já no primeiro uso. Natural de São João da Ponte – MG, atualmente ela trabalha como cabeleireira no estúdio “360 Beleza Orgânica” em sua cidade.

A estudante conta que este instinto de busca pelo conhecimento foi um dos fatores que levaram a escolher a biomedicina. “A busca por um futuro melhor, por boas opções de emprego e o prestígio da profissão no mercado de trabalho também me chamaram atenção pela área”.

Através destes ideais que a ideia de fazer o produto surgiu. “Eu queria um shampoo que fizesse a limpeza certa sem ressecar os fios e dando maciez e brilho. Percebi, ainda, a necessidade das pessoas por um tratamento ideal para acabar com as pontas duplas e resgatar a proteína da fibra capilar”, destacou.

A cabeleireira afirma que não usa outros produtos com o shampoo e que a matéria prima é natural, feita a partir de plantas. “Os processos do produto são feitos em minha casa, mas o laboratório da faculdade ajudou estudar mais sobre o assunto. Foram vários testes até chegar no produto que usa hoje”, explica.

A acadêmica ainda fala como o composto age a partir dos seus estudos na análise clínica das células. “Os meus produtos tratam, nutri, recompõem a massa, ativam o brilho e alinha a cutícula capilar. O destaque do produto é a qualidade instantânea na primeira aplicação, que promove restauração de 30% na fibra capilar (10% o shampoo e 20% o condicionador)”, enfatiza.

Geciane ressalta que seu produto não encontrou nenhuma contraindicação até o momento e pode passar no cabelo a partir de quatro anos de idade. Sobre seus planos para o futuro ela diz que: “Pretendo expandir a marca, ajudar a minha família e as pessoas que buscam melhorias para seus cabelos buscando resultados mais rápidos”.

 Ela falou, ainda, sobre a escolha por estudar na Funorte. “A instituição, além de dar descontos de acordo com a pontuação no vestibular, oferece condições acessíveis para pagamento de mensalidades. Através disso, é possível concretizar o sonho das pessoas que queiram ingressar em uma faculdade para visar um futuro melhor no mercado de trabalho”, cita a estudante.

Biomedicina e Empreendedorismo

O empreendedor é uma pessoa que dá início a uma organização, que identifica oportunidades, prepara-se e reúne os recursos necessários, sejam estes humanos, financeiros ou tecnológicos, para concretizar sua ideia. Ele insiste, persiste, persuade e busca alternativas para chegar aos seus objetivos e provar suas teorias.

Segundo o Conselho Federal de Biomedicina (CFBM), quem se forma na área tem 35 habilitações diferentes para escolher, que vão desde análises clínicas à estética, ou seja, sabendo escolher o nicho de trabalho corretamente o profissional biomédico poderá empreender. Farley Eleandro, coordenador de biomedicina, comenta como a graduação aborda questão do empreendedorismo.

“Trabalhamos com a inovação, em seu sentido mais amplo, sempre buscando coisas novas, sendo a inovação o ponto de partida na relação que há entre empreendedorismo e tecnologia, e um fato cada vez mais presente na realidade acadêmica”, explica o coordenador que ainda enfatiza: “Contamos com disciplinas na graduação de Biomedicina que trabalham objetivos específicos tais como: formas de inovação nas diversas áreas de atuação do futuro biomédico, os fatores que interferem diretamente em seus resultados, identificar as práticas de gestão inovadora, identificar a relação entre empreendedorismo e a gestão de inovação, classificar as inovações apresentadas correlacionando-as com as vantagens e os diferenciais competitivos por elas gerados”.

Farley finaliza afirmando que: “o Bacharelado em Biomedicina da Fasi forma profissionais generalistas, humanistas, críticos e reflexivos, inovadores, para atuar em todos os níveis de atenção à saúde, com base no rigor científico e intelectual. O profissional dessa área está capacitado para dirigir sua atuação para a transformação da realidade em benefício da sociedade”, concluiu.

Enviar comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *