Na noite da última sexta-feira, 17 de maio, foi realizada no auditório Gabriel Borges, do campus São Norberto, a abertura do II Simpósio de Nutrição das faculdades Funorte e Fasi. O tema do Simpósio foi “Nutrição nas fases da vida: Planejar para viver bem”. O evento contou com a participação de renomados profissionais das áreas de Nutrição, Fisioterapia e Enfermagem, a delegada do Conselho Regional de Nutricionistas da 9 Região –CRN9, Vivian Paulino além dos coordenadores de curso, professores do Núcleo Docente Estruturante – NDE e diretores.

Segundo Ilana Gonçalves, coordenadora do curso de nutrição da Faculdade de Saúde e Humanidades – Fasi, o principal objetivo do Simpósio é partilhar e facilitar o acesso dos acadêmicos a conhecimento científico de qualidade. “Esperamos que sejam dois dias de atividade intensa, que o aluno possa se atualizar sobre o mercado de trabalho e nas informações pertinentes ao curso de Nutrição e a sua formação acadêmica, além de ser uma oportunidade única de celebrar e poder trocar experiências com profissionais que possuem uma carreira sólida”, esclarece a coordenadora.

A fisioterapeuta Ana Carolina, abordou o tema: “O efeito do exercício físico e sua contribuição no processo do envelhecimento”. Ela fala sobre a relevância do tema para a formação dos futuros nutricionistas: “É muito importante, pois mostra como a conciliação de áreas da saúde, como a fisioterapia e a educação física juntamente com a nutrição pode proporcionar uma melhor qualidade de vida para os idosos” diz.

A egressa do curso de Nutrição da Fasi, professora mestre Luana Leão, ministrou palestra sobre as doenças neurodegenerativas, plasticidade neuronal e dietas que melhoram demências como Alzheimer. A professora comenta sobre a importância de temas diferentes durante a programação do evento: “falar sobre neurociências dentro da nutrição, acredito que seja um ponto de extrema relevância, pois na faculdade não é possível ver detalhadamente, então trazer esse conteúdo de uma forma mais complexa proporciona aos alunos maior contato com diferentes áreas da profissão”, enfatiza Luana.

Palestras encerram segundo dia do Simpósio

Na manhã do sábado, 18 de maio, o segundo dia do II Simpósio de Nutrição teve a presnça do Professor Mestre Ronilson Ferreira, que discutiu sobre a Rigidez arterial, o Professor Mestre Lucas Mendes Soares, que debateu sobre Síndrome Metabólica e a Professora Doutora Kellen Viana que apresentou um estudo de caso.

De acordo com o Professor mesTre Ronilson Ferreira, a Rigidez arterial está diretamente associada ao processo de envelhecimento, entretanto existem alguns fatores que podem intensificar este enrijecimento arterial, por isso, a discussão é necessária entre os alunos. “É importante discutirmos quais são esses fatores para que as pessoas possam mudar o estilo de vida, tentando diminuir o processo de enrijecimento arterial que podem trazer complicações futuramente, como por exemplo a hipertensão arterial e outras doenças cardiovasculares” explica Ronilson.

Para o Professor Mestre, Lucas Mendes Soares, a síndrome metabólica é um assunto de total interesse entre os nutricionistas, pois eles estão inteiramente inseridos no processo diagnóstico, tratamento, cura e acompanhamento dos pacientes portadores da síndrome. O professor ainda exibiu dados sobre os casos de morte provocados pela doença e comenta sobre a importância da prevenção. “A síndrome metabólica é uma doença extremamente grave que acomete quase ¼ da população mundial, ou seja cerca de 25%. É uma doença prevalente e que contribui para muitos casos de óbitos através de doenças cardiovasculares. O controle da Síndrome Metabólica é possível por meio de um cuidado multidisciplinar, então, a medicina associada à nutrição, fisioterapia e educação física são essenciais para amenizar os riscos desta patologia e minimizar os riscos provenientes da mesma.”

A Professora Doutora Kellen Viana, explica sobre o assunto tratado em sua palestra: “é um tema bem atual, muito recorrente, principalmente porque a decorrência dos casos de obesidade tem aumentado no Brasil, por isso faz-se necessária a discussão sobre tal para que os acadêmicos possam sair da graduação e entrar para o mercado de trabalhos aptos a lidar e a trabalhar com dieta terapia entre esses pacientes” enfatiza.

A coordenadora do curso de Nutrição da Funorte, Erika Jovania, fala sobre o sucesso do evento. “Pudemos notar o apoio de todos os acadêmicos para a realização deste trabalho. Nos dois dias o auditório estava lotado e houve grande interação dos alunos com os palestrantes. Quando pensamos no II Simpósio de Nutrição, procuramos trazer uma temática do que a população geral vivencia atualmente, ou seja, o processo do envelhecimento e este está agregado a vários fatores. Então pudemos trazer profissionais de diferentes áreas e esperamos que o próximo seja ainda melhor e mais enriquecedor” enfatiza.

A acadêmica Poliany Oliveira, do 5° período do curso de Nutrição da Funorte comenta sobre como o evento contribui para a formação dela: “O II Simpósio de Nutrição foi de grande importância para minha jornada acadêmica. No evento, nós temos espaço para ouvir e trocar experiências com profissionais qualificados e de diferente áreas e ter acesso a informações que vão além da sala de aula. Participei dos dois dias e estou encantada com a grandeza de conhecimento que pude agregar aqui”, afirma a estudante.

Ao final, houve sorteio de brindes e os palestrantes foram presentados pelos professores e coordenadores.

Enviar comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *